Home / Direitos Humanos / Religião / Projeto quer punir intolerância contra religiões de origem africana em São Paulo

Projeto quer punir intolerância contra religiões de origem africana em São Paulo

metrojornal.
Projeto quer punir intolerância contra religiões de origem africana em São Paulo

Caso o projeto seja aprovado, os infratores ficarão de fora de concursos públicos da capital paulista por três anos e terão que pagar multa de R$ 2 mil, em caso de reincidência.

O principal objetivo do projeto, no entanto, é que quem praticar intolerância religiosa participe de cursos da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania. Na justificativa, o vereador explica que a finalidade da proposta é mais pedagógica do que punitiva.

“Por nem sempre serem reconhecidos como templos religiosos, os terreiros de umbanda, de candomblé e outros locais onde são praticados cultos religiosos de matriz africana historicamente são os mais perseguidos, sendo alvos frequentes de remoção e despejo”, diz.

O PL aguarda para ser avaliado pela CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) desde o começo de dezembro do ano passado. Após as comissões, o projeto ainda precisará passar por duas votações na Câmara antes de ser enviado para ser sancionado ou vetado pelo prefeito João Doria (PSDB).

x

Check Also

Vencedor do Pulitzer, ‘Underground Railroad’ é lançado no Brasil

Livro de Colson Whitehead mescla elementos ...